Fies acabou? Entenda o que aconteceu com ele!


O Fies acabou? – Muitas pessoas estão se fazendo essa pergunta, já que não conseguem se inscrever no programa. Entenda o que está acontecendo com o sistema de financiamento estudantil e conheça as novas regras.

O FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) é uma iniciativa do Governo Federal que procura ampliar o número de brasileiros cursando o ensino superior. Em 2010, o programa começou a funcionar com um novo formato e se tornou ainda mais interessante para as pessoas que não podem pagar as mensalidades.

O Fies não acabou, mas tem novas regras. (Foto: Divulgação)

O Fies não acabou, mas tem novas regras. (Foto: Divulgação)

Como funciona o FIES?

Com o FIES, o estudante faz o curso superior tranquilamente, pagando apenas uma taxa de 50 reais a cada semestre para fazer a renovação. Após concluir a formação, ele tem um prazo de carência de até 18 meses para iniciar o pagamento da dívida. O Fies se destaca dos demais financiamentos porque possui a tarifa de juros mais acessível do mercado, ou seja, apenas 3,4% ao ano.

Nos últimos quatro anos, o programa concedeu financiamentos de forma ilimitada, em parceria com a Caixa Econômica Federal e o Branco do Brasil. O único critério adotado era a disponibilidade das instituições de ensino. No entanto, a partir de 2015, o Fundo de Financiamento Estudantil passou a adotar novas regras e isso está impactando diretamente a concessão de novas vagas.

Quando o Prouni não é possível, o aluno de baixa renda acaba recorrendo ao FIES para fazer a sua faculdade. Atualmente, o financiamento atende mais de 1,9 milhão de estudantes e está presente em 78% de todas as instituições particulares de ensino.

O FIES acabou?

Não, o Fies não acabou. O programa continua a existir, beneficiando estudantes de todo o país com crédito estudantil. No entanto, as novas regras definidas pelo MEC tendem a reduzir o número de beneficiários a partir de 2015.

Se não houver vagas na IES, não é possível fazer a inscrição. (Foto: Divulgação)

Se não houver vagas na IES, não é possível fazer a inscrição. (Foto: Divulgação)

Muitas pessoas estão pensando que o FIES acabou porque o sistema de inscrição tem apresentado uma série de contratempos. Em todo caso, o financiamento não será concedido nas seguintes situações:

Nota inferior a 450 pontos no ENEM

Nesse ano, o FIES estipulou que o Enem é obrigatório e a nota mínima para participar é de 450 pontos. Quem não fez o Exame Nacional do Ensino Médio ou não teve o desempenho dentro da média fica de fora do programa.

Vagas esgotadas na IES

Na hora de se inscrever no SisFIES, muitos estudantes estão sendo surpreendidos pela seguinte mensagem: “limite de vagas para essa IES esgotado”. Isso significa que a instituição de ensino na qual você está matriculado não tem como conceder o financiamento, pois suas vagas são limitadas e elas acabaram. Essa situação pode mudar se algum aluno desistir do curso ou não apresentar a documentação exigida dentro do prazo.

Nesse ano, o MEC determinou que apenas os cursos com nota 5 (nota máxima de excelência) terão vagas ilimitadas para FIES. Já os cursos com conceito 3 e 4 serão contemplados com vagas limitadas. Por fim, as graduações com nota 1 e 2 não serão mais atendidas pelo FIES.

Se você tem dúvidas a respeito das novas regras do FIES, procure a comissão responsável pelo financiamento na sua instituição de ensino. Também existe a possibilidade de solicitar informações pelo telefone 0800 616161. Vale lembrar que o sistema estará aberto para novos contratos até o dia 30 de abril.

Recomendados para você:

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *