FIES 2016: programa continua?


FIES é o financiamento estudantil mais famoso do país, que facilita a vida de milhares de alunos a se formar. Há novas regras para o FIES 2016 e hoje aqui explicaremos essas novidades. Não fique de fora!

O artigo de hoje é pra quem já ouviu falar das mudanças que ocorrerão no FIES no próximo ano mas e quer se informar melhor sobre isso. Muitas pessoas estão preocupadas com seus futuros financiamentos por causa das mudanças. Vamos esclarecer suas dúvidas sobre o FIES.

fies1

 

Mudanças no FIES 2016 – Saiba delas aqui

O FIES é o programa de financiamento estudantil mais famoso do país patrocinado pelo Governo Federal, que vem ajudando há anos nos estudos de milhares de pessoas no Brasil todo. O FIES promove o financiamento de todo o seu curso ou parte dele, para que você comece a pagar a quantia apenas quando já tiver se formado e dessa maneira com condições de pagar o financiamento.

Com a crise econômica que nosso país está passando desde o ano passado, os dirigentes do país e a presidente, para diminuir custos, fizeram algumas alterações no sistema do FIES para 2016, o que deixou milhares de pessoas assustadas e apreensivas com seus financiamentos e também com seu futuro.

Para retirarmos as dúvidas, vamos explicar agora o que mudou.

Nas inscrições já pro FIES 2016 as novas regras já estarão valendo, e uma delas está na concessão de vagas, no próximo ano as vagas terão limites, serão ofertadas 350 mil para disporem do benefício do financiamento.

As inscrições que são sempre feitas pelo site não serão mais por ondem de inscrição, o que causava problemas técnicos no site, e sim serão por concorrência dos candidatos.

Houveram também mudanças nos juros cobrados no financiamento, que antes de 3,4% e subiram para 6,5 – um grande aumento que causou desconforto em todos que dependem do FIES, como uma forma de compensar os estudantes terão 5% de desconto nas mensalidades.

Outra exigência para participar do processo do FIES é a renda familiar por pessoa ser de até 2,5 salários mínimos por mês, ou seja um total de R$1.970,00 (mil novecentos e setenta reais).

Tem que também ter feito o exame do ENEM e tirado uma média mínima de 450 pontos e mais que zero na redação.

Outras coisas também foram priorizadas nessas mudanças, como regiões do país onde a população é mais necessitada do financiamento, como as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Áreas da saúde, engenharia e para professores também devem ser priorizadas, pois são profissões que o nosso país está precisando de especialistas.

Para maiores informações e inscrição, você pode se informar direto no site oficial do FIEShttp://sisfiesportal.mec.gov.br/

Esperamos que o texto de hoje tenha lhe ajudado.

Até a próxima!

Recomendados para você:

No Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *