Curso de automação industrial: Quais os melhores?


A iniciativa industrial está em expansão a muitos anos no Brasil e com isso causou um crescimento significativo nas ofertas para profissionais na área de automação industrial, uma das mais importantes para o sucesso da iniciativa mecanizada no processo industrial, representando um crescimento tecnológico e a substituição do trabalho manual pelo mecânico, com a inclusão de um profissional tecnificado para supervisionar e aprimorar este trabalho mecanizado.

O curso técnico em automação é um dos mais complexos do cenário brasileiro, tanto em dificuldade de conteúdos como em quantidade de carga horária, todos com cobrança muito forte, visando introduzir profissionais de primeira linha no mercado de trabalho, fazendo assim com que a importação de técnicos do nicho diminua e os profissionais nacionais possam suprir a demanda interna.

 

O que é automação industrial?

curso automacao industrial

Automação industrial é a aplicação de conhecimento científico tecnológico dentro da indústria, com técnicas, softwares e equipamentos específicos, que consigam concertar, adaptar e até mesmo formular máquinas mais eficientes, visando assim maior produtividade, em menor tempo e com menos gasto de energia, ou seja, visa melhorar a cadeia produtiva e proporcionar para as indústrias um maior custo/benefício em sua atividade mecanizada.

Um exemplo de atuação pode ser uma máquina que tem função de fixar tampas em tubos de creme dental, onde um técnico em automação industrial instala um computador de bordo com um software, que faz com que a máquina reduza a pressão e pare com o desperdício de energia, fazendo assim com que a função mecânica seja mais segmentada e com isso uma economia de energia provenha desta medida.

Curso de automação industrial: quais os melhores?

Os cursos técnicos de automação industrial são bem lineares no que diz respeito a metodologia de ensino, sabendo disso, você pode definir uma linha que deseja seguir e fazer uma filtragem nos cursos disponíveis no mercado.

Geralmente são cursos com mais de 1500 horas de duração, acrescidos (ou já inclusos no valor) de um estágio, geralmente de mais de 300 horas, que visa a aplicação prática de tudo aquilo que foi aprendido dentro de sala de aula.

Confira um cronograma do SENAI:

“Módulo 1: Instalador de Sistemas de Automação Industrial

1º Semestre

Comunicação Oral e Escrita – 30 hrs

Desenho técnico Aplicado a Automação – 60 hrs

Eletrotécnica e Instalações Elétricas – 120 hrs

Fundamentos de Mecânica – 30 hrs

Introdução à Automação – 30 hrs

Introdução a Informática – 30 hrs

2º Semestre

Acionamentos Elétricos – 90 hrs

Eletrônica Básica – 60 hrs

Eletrônica Digital – 60 hrs

Hidráulica e Pneumática I – 60 hrs

Instrumentação Industrial I – 30 hrs

3º Semestre

Controladores Lógicos Programáveis I – 60 hrs

Controle de Processos – 60 hrs

Gestão de Pessoas – 30 hrs

Gestão de Processos – 30 hrs

Hidráulica e Pneumática II – 30 hrs

Instrumentação Industrial II – 30 hrs

Sistemas de Supervisão de processos – 60 hrs

Módulo 2: Assistente de Sistemas de Automação

4º Semestre

Controladores Lógicos Programáveis II – 60 hrs

Manutenção de Sistemas de Automação – 60 hrs

Metodologia para Elaboração de Projetos – 30 hrs

Redes Industriais – 30 hrs

Robótica Industrial – 60 hrs

Tendências e Demandas Tecnológicas em Automação Industrial – 60 hrs

Estágio/TCC

5º Semestre

Estágio – 300 hrs

TCC – Trabalho de Conclusão de Curso – 100 horas” – Fonte: Senai

Gostaram pessoal? Dúvidas e sugestões podem deixar nos comentários, pois sim?

Recomendados para você:

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *