Cursinho para Vestibular 2016


Para aumentar as chances de tirar boas notas, seja no Enem ou no vestibular 2016, muitos procuram os cursinhos de vestibular para melhor se preparar. O cursinho para vestibular sempre tem uma metodologia diferente de preparação, não sendo em nada parecido com o último ano do Ensino Médio.

Esta é a fase em que o adolescente se torna adulto, buscando com mais seriedade a sua preparação para o futuro. Afinal, é a preparação para a carreira escolhida para toda a vida.

No cursinho para vestibular, os professores já são especialistas nesse tipo de prova, conhecem melhor as pegadinhas e os macetes, tanto do vestibular quanto do Enem, além de saber o que costuma cair nas questões, o que pode ajudar e muito quem está na expectativa de fazer as provas.

Estudar sozinho ou fazer cursinho?

vestibular 2016

Muitos, por falta de condições ou por opção, preferem estudar sozinhos, por conta própria, decidindo com autossuficiência os desafios que o vestibular impõe. É preciso pensar também que os cursinhos, geralmente, cobram mensalidades caras e, mesmo sendo uma excelente ajuda, não estão ao alcance de todos.

No entanto, é preciso saber que todo e qualquer sacrifício vale a pena. Um levantamento feito no curso de Medicina da Fuvest apontou que, dentre os aprovados, apenas 27% não tinha frequentado qualquer cursinho para vestibular. Isso vem comprovar a necessidade de se inscrever e, mesmo com sacrifício, pagar o cursinho para vestibular e dedicar-se com afinco para passar nas provas.

Para quem não tem condições de frequentar um cursinho, a internet oferece boas opões que, se não completam tudo o que o candidato ao vestibular precisa saber, pelo menos oferece uma boa base para enfrentar os testes. Vale aquilo que o candidato busca: se ele está com vontade, se está convicto de que vai conseguir estudar sozinho, e se esta é sua única opção, o que precisa é preparar-se, estudar com mais afinco do que os outros e sobressair-se nos resultados.

Manter a calma é o mais importante

Sempre, no vestibular, um dos grandes problemas que o candidato enfrenta é a expectativa, o estresse antecipado, a ansiedade e o nervosismo. São fatos comuns, e todos os que passaram por um vestibular, certamente passaram também por isso.

Para o candidato ao vestibular, é uma coisa nova, inédita, que vai precisar de toda a sua atenção e do seu conhecimento acumulado até aquele ponto. Disso depende sua vida e seu futuro.

Mas, é preciso pensar também que você, como candidato, não está indo para a guilhotina. Está se preparando para uma prova que, mesmo que não tenha o resultado esperado, será, ao longo de sua vida, mais uma experiência.

Muitos não conseguem. Mas muitos conseguem. Se você agir com tranquilidade, se estiver preparado, não vai passar por aqueles brancos terríveis, onde pensa que esqueceu tudo. Lembre-se que todo o conhecimento está no seu cérebro, e de lá ninguém pode tirá-lo, a não ser você, para responder acertadamente as questões.

Afinal, fazer ou não um cursinho para o vestibular 2016?

Se você está optando por estudar sozinho, e esta é uma escolha por opção e não por necessidade, deve saber que a exigência para entender tudo o que precisa será muito maior. Você terá que lutar contra sua própria falta de vontade e preguiça, terá de ser muito disciplinado e ser o seu próprio sargento.

O ideal é fazer um cursinho para cursar o vestibular 2016. Não só porque você vai conhecer melhor as provas e como tudo pode acontecer num vestibular, mas também porque será a sua preparação para ter melhores resultados, com a participação ativa de colegas e professores que podem tirar melhor as dúvidas e encaminhar para um resultado positivo.

Recomendados para você:

No Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Creampie