4 Hacks para aprender qualquer coisa mais rapidamente


Seja uma nova tecnologia, uma língua estrangeira ou uma habilidade avançada, permanecer competitivo geralmente significa aprender coisas novas a todo o momento.

E, aprender mais rapidamente pode oferecer uma vantagem ainda maior, por isso de seguida vamos revelar alguns hacks cientificamente comprovados para você conseguir aprender qualquer coisa mais rapidamente.

4 Hacks para aprender qualquer coisa mais rapidamente

aprender mais rapidamente

1. Ensine alguém (ou faça de conta)

Se você imaginar que precisa ensinar a outra pessoa o material ou a tarefa que você está tentando aprender ou compreender, isso pode acelerar seu aprendizado e aumentar sua retenção, de acordo com um estudo realizado na Universidade de Washington em St. Louis.

A expectativa muda sua mentalidade para que você se envolva em abordagens mais eficazes para a aprendizagem do que aqueles que simplesmente aprendem a passar no teste, de acordo com John Nestojko, pesquisador de pós-doutorado em psicologia e co-autor do estudo.

2. Dedique-se ao aprendizado durante 30 a 50 minutos de cada vez

Especialistas do Louisiana State University’s Center for Academic Success sugerem dedicar entre 30 a 50 minutos para aprender novos materiais.

“Qualquer coisa abaixo de 30 minutos simplesmente não é suficiente, mas qualquer coisa acima de 50 é muita informação para seu cérebro absorver ao mesmo tempo”, escreve a assistente de graduação em estratégias de aprendizagem Ellen Dunn.

Quando terminar, faça uma pausa de 5 a 10 minutos antes de iniciar uma nova sessão de estudo.

3. Faça anotações à mão

Embora seja mais rápido fazer anotações em um laptop, usar caneta e papel ajudará você a aprender e compreender melhor.

Pesquisadores da Universidade de Princeton e da UCLA descobriram que, quando os alunos faziam anotações à mão, ouviam mais ativamente e conseguiam identificar conceitos importantes. Tomar notas em um laptop, no entanto, leva à transcrição irracional, além de dar oportunidades de distração, como dar uma olhada no facebook ou e-mail.

“Em três estudos, descobrimos que os alunos que fizeram anotações em laptops tiveram um desempenho pior em questões conceituais do que os estudantes que fizeram anotações à mão”, escreve a coautora do estudo e professora de psicologia da Universidade de Princeton, Pam Mueller.

“Mostramos que, embora fazer mais anotações possa ser benéfico, a tendência de quem usa laptops de fazer transcrições literais das palestras, em vez de processar as informações e reformulá-las com suas próprias palavras, é prejudicial ao aprendizado”.

4. Faça uma sesta

O tempo de inatividade é importante quando se trata de reter o que você aprende, e dormir entre as sessões de estudo pode aumentar sua retenção até seis meses depois, de acordo com uma nova pesquisa publicada na Psychological Science.

Em um experimento realizado na França, os participantes aprenderam a tradução para suaíli de 16 palavras francesas em duas sessões. Os participantes do grupo “acordado” concluíram a primeira sessão de aprendizado pela manhã e a segunda sessão à noite do mesmo dia, enquanto os participantes do grupo “sono” concluíram a primeira sessão à noite, dormiram e depois completaram a segunda sessão na manhã seguinte. Os participantes que dormiram entre as sessões recordaram cerca de 10 das 16 palavras, em média, enquanto os que não dormiram recordaram apenas cerca de 7,5 palavras.

“Nossos resultados sugerem que o período de sono entre as sessões de estudo leva a uma dupla vantagem, reduzindo o tempo gasto em reaprender e garantir uma retenção a longo prazo muito melhor do que a prática sozinha”, escreve a cientista psicológica Stephanie Mazza, da Universidade de Lyon.

“Pesquisas anteriores sugeriram que dormir após o aprendizado é definitivamente uma boa estratégia, mas agora mostramos que dormir entre duas sessões de aprendizado melhora muito essa estratégia”.

 

Atualmente existem diferentes formas de aprender o que você precisa. Você pode frequentar cursos de formação presenciais, ou cursos online ou aprender de forma autodidata. O importante é nunca estagnar e seguir aprendendo e evoluindo.

Recomendados para você:

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *